Ir de férias, estacionar o automóvel e não lhe tocar mais até ao fim de uns merecidos dias de descanso. Não há nada melhor! Ainda para mais se o destino for uma cidade grande, libertar-se do trânsito é desejo de muitos. No Lisboa Pessoa Hotel tem a possibilidade de deixar o carro num sítio seguro (o hotel tem pisos subterrâneos de estacionamento). Com o carro “guardado” pode conhecer algumas atrações a pé. Aqui estão eles, os melhores miradouros da zona do Chiado:

1. Miradouro – Elevador de Santa Justa ou Elevador do Carmo

Fotografia: David Pirmann

A atriz Alicia Vikander (a morar em Lisboa) disse numa entrevista que Lisboa tinha uma onda meio Williamsburg – o famoso bairro de Nova Iorque. Quanto mais nos deslocamos para a zona da Baixa, mais achamos que essa comparação é real. Este miradouro / elevador, a caminho da Praça do Comércio, oferece-nos vistas deslumbrantes sobre o rio Tejo e Lisboa, incluindo a sua própria beleza exterior: uma obra de engenharia em ferro fundido com detalhes de filigrana, construída em 1902 para ligar a Baixa ao Largo do Carmo.

Também é possível aceder a partir do Largo do Carmo, sem ter de subir ou descer o elevador (assim apenas a 3 minutos a pé do Lisboa Pessoa Hotel) – o acesso é ao lado do Convento do Carmo, num beco que lá existe.

Bilhete para aceder ao miradouro através do elevador: a partir de 5,30€
Distância: 7 (através do elevador) ou 3 minutos a pé

2. Miradouro – Jardim de São Pedro de Alcântara

Fotografia: ilirjan rrumbullaku

«Vista maravilhosa, vista fantástica, vista sensacional, vista incrível», são os adjetivos que mais aparecem quando pesquisamos no Tripadvisor. Depois de tantas opiniões boas, restam-nos poucas dúvidas sobre a beleza deste local. É um miradouro com vista para o casario de Lisboa e grande amplitude de direções. Torna-se um local muito agradável para passar uma tarde a ler, relaxar ao ar livre, ou um ponto de passagem para visitar algumas igrejas das redondezas ou ainda uma paragem a caminho de jantar no Bairro Alto, à hora dourada do dia.

Bilhete: gratuito
Distância: 7 minutos a pé

3. Mirante Belvedere, no Arco do Triunfo da Rua Augusta

Fotografia: Touristeyeing

Um dos miradouros mais afamados dos últimos tempos, com menos turistas do que os que param no Elevador do Carmo. Tem vista para a baixa de Lisboa, o rio Tejo, a Praça do Comércio. A sua construção foi programada em 1759, no quadro da reconstrução pombalina após a destruição da baixa lisboeta pelo grande terramoto de 1755.

Bilhete: a partir de €3
Distância: 7 minutos a pé

4. Miradouro da Academia Nacional de Belas Artes

Fotografia: Max Bashyrov

Uma vista que parece um quadro. A Sé de Lisboa (Catedral) tem, a partir deste ponto, um grande destaque e salta à vista com o seu estilo Românico, Gótico e Barroco de século XII. A Catedral sobressai no meio das casas típicas de telhados laranja, cor de terra. As torres contrastam com o céu, quase sempre azul durante todo o ano. Ainda se vê, à direita, o inconfundível rio Tejo.

Bilhete: gratuito
Distância: 7 minutos a pé

5. Miradouros do Mensagem Restaurante e Bar Panorâmico 


Os terraços do Mensagem são autênticos miradouros, ideais para relaxamento ao final do dia ou para simplesmente passar um bom bocado de tempo a apreciar o entardecer. Está localizado no 5 piso do Lisboa Pessoa Hotel; os nomes dos dois terraços são: Castelo e Rio. No primeiro, vê-se o Castelo de São Jorge imponente, como sempre, e os míticos telhados cor de laranja. Do outro, a vista é para as abóbadas das ruínas do Convento do Carmo e o rio apresenta-se pela direita, com a cor azul profundo. A dar um toque de mar estão as gaivotas que voam perto e às vezes vêm ao muro posar para os clientes e hóspedes.